Artigos e Notícias

Vício de consentimento e ausência de relação socioafetiva autorizam anulação do registro de paternidade

Vício de consentimento e ausência de relação socioafetiva autorizam anulação do registro de paternidade

22/11/2021
A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deu provimento a um recurso especial em que o recorrente pretendia anular registro de paternidade em razão de o menor não ser seu filho biológico – o que foi comprovado por exame de DNA. Por unanimidade, o colegiado considerou que o suposto pai foi induzido em erro na ocasião do registro, bem como não criou vínculo socioafetivo com a criança.

Leia mais
Procuração para venda de imóvel de valor maior que 30 salários mínimos deve ser por instrumento público

Procuração para venda de imóvel de valor maior que 30 salários mínimos deve ser por instrumento público

12/11/2021
Com esse entendimento, a Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por maioria, manteve acórdão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) que anulou uma transferência de imóvel posterior ao falecimento da proprietária, em razão de ter sido realizada por meio de procuração particular.

Leia mais
Salário pode ser penhorado em processo trabalhista desde que a subsistência do devedor seja mantida

Salário pode ser penhorado em processo trabalhista desde que a subsistência do devedor seja mantida

03/11/2021
A fase de execução da ação trabalhista está em trâmite desde 2012, sem que fossem encontradas alternativas para o prosseguimento.

Leia mais
CNJ recomenda retomada de prisão de devedor de pensão alimentícia

CNJ recomenda retomada de prisão de devedor de pensão alimentícia

02/11/2021
Em março de 2020, o CNJ recomendava aos magistrados com competência civil que ponderassem a colocação em prisão domiciliar das pessoas presas por dívida alimentícia, para evitar os riscos de contaminação e de disseminação da Covid-19 no sistema prisional. A nova recomendação do CNJ sugere aos magistrados dos Tribunais de Justiça dos estados e do Distrito Federal que considerem o contexto epidemiológico local.

Leia mais
Injúria racial é crime imprescritível, decide STF

Injúria racial é crime imprescritível, decide STF

29/10/2021
O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quinta-feira (28), que o crime de injúria racial configura um dos tipos penais de racismo e é imprescritível.

Leia mais
STF decide que beneficiário da justiça gratuita não pagará honorários advocatícios e periciais

STF decide que beneficiário da justiça gratuita não pagará honorários advocatícios e periciais

22/10/2021
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quarta-feira (20), ser indevido o pagamento de honorários periciais e advocatícios por beneficiários da justiça gratuita, caso percam a ação, ainda que obtenham créditos suficientes para o pagamento dessas custas em outra demanda trabalhista.

Leia mais
Depósito no prazo da quitação voluntária só é considerado pagamento mediante manifestação do devedor

Depósito no prazo da quitação voluntária só é considerado pagamento mediante manifestação do devedor

14/10/2021
O entendimento foi fixado pela Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ao rejeitar recurso especial por meio do qual a credora questionava a validade da impugnação apresentada pelo banco devedor após o depósito efetuado no curso do prazo para pagamento voluntário. Segundo a credora, o depósito foi feito sem nenhuma indicação de que seria para garantir o juízo, o que levaria à conclusão de que os valores se destinavam à quitação do débito.

Leia mais
	Dificuldades financeiras decorrentes da pandemia não excluem obrigação do empregador de pagar verbas rescisórias na forma e prazo legais

Dificuldades financeiras decorrentes da pandemia não excluem obrigação do empregador de pagar verbas rescisórias na forma e prazo legais

12/10/2021
O impacto financeiro causado pela pandemia da Covid-19 não exime a empresa de cumprir as obrigações e pagamentos decorrentes da rescisão do contrato de trabalho.

Leia mais
Plataforma consumidor.gov passa a receber queixas sobre redes sociais

Plataforma consumidor.gov passa a receber queixas sobre redes sociais

12/10/2021
Instabilidades, erros, conteúdo excluído sem justificativas, vazamento de dados e golpes em redes sociais, como Facebook e o Instagram, agora poderão ser registrados na plataforma consumidor.gov. A medida foi publicada nesta semana na Portaria nº 12, de 2021, da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon).

Leia mais